Arquivo da categoria: Cinema

Logan | Diretor diz que não teve problemas ao decidir pela morte do Wolverine

James Mangold afirma que tanto estúdio, quanto Hugh Jackman concordaram com a ideia

Foto de Logan

Em entrevista ao Comic Book, o diretor de Logan, James Mangold, revelou que a decisão de matar o Wolverine no filme foi mais simples do que os fãs imaginam. Segundo ele, tanto o estúdio, quanto o astro Hugh Jackman concordaram que esse era o melhor caminho:

“No começo, a ideia era de Hugh e minha. Parecia lógico, já que esse seria o último filme dele, que o personagem fosse embora pelo horizonte, ou morresse. A história precisava de um encerramento”.

Segundo Mangold, eles poderiam apenas mostrar Logan indo embora ao final do filme, como o personagem já tinha feito em vários longas dos X-Men ao longo dos anos, mas a questão era diferente agora. “A razão pela qual esse assunto era importante é porque precisávamos de um encerramento. Se você vai terminar algo, precisa ter esse sentimento. Estávamos lidando também com o legado de Hugh, todas as suas performances ao longo dos anos e sua despedida do papel”.

Segundo ele, a Fox concordou rapidamente com a ideia, entendendo que isso transformaria a produção em um evento para os fãs. “Isso deu ao filme, em um nível simples, uma realidade que, embora não seja extravagante ou com caras cenas de ação como outros filmes, te faz querer ver o filme porque marca o fim de uma lenda”.

Logan chegou aos cinemas em março de 2017 e arrecadou US$ 616 milhões mundialmente, além de várias críticas positivas pelo seu tom diferente das outras produções de super-heróis – leia a nossa crítica. O longa foi o primeiro filme de herói reconhecido pelo Oscar ao ser indicado na categoria Melhor Roteiro Adaptado.

Logan está disponível em mídia física e mídia digital.

NASA confirma filme no espaço estrelado por Tom Cruise

Space X, empresa do bilionário Elon Musk, também deve ajudar na realização do longa

Tom Cruise em Top Gun: Maverick/Paramount

Tom Cruise vai mesmo para o espaço. Jim Bridenstine, administrador da NASA, confirmou o envolvimento da agência no projeto, dizendo que o astro filmará o novo longo a bordo da Estação Espacial Internacional – confira abaixo (via TMZ):

A NASA está animada para trabalhar com Tom Cruise em um filme a bordo da Estação Espacial Internacional. Nós precisamos que a mídia popular inspire uma nova geração de engenheiros e cientistas para tornar os planos ambiciosos da NASA realidade

Por enquanto, não há confirmação se a Space X, empresa do bilionário Elon Musk, realmente estará envolvida no projeto, que ainda não tem um nome nem data para ser rodado. Sabe-se apenas que o longa não fará parte da franquia Missão: Impossível.

Nos últimos anos, Cruise tem arriscado a vida de diferentes maneiras em seus filmes. Só interpretando o espião Ethan Hunt, o astro já se segurou do lado de fora de um avião, se pendurou das janelas do Burj Khalifa, em Dubai, e ficou seis minutos sem respirar debaixo d’água. Nas filmagens de Missão: Impossível: Efeito Fallout, o ator machucou a perna ao saltar de um prédio para o outro, levando a produção a ser paralisada por semanas.

As filmagens de Missão: Impossível 7 foram suspensas no começo do ano por causa da pandemia do novo coronavírus. 

Tom Cruise, Rebecca Ferguson e Simon Pegg têm retornos confirmados, enquanto Hayley Atwell (Agent Carter), Nicholas Hoult (X-Men: Fênix Negra) e Pom Klementieff (Guardiões da Galáxia Vol. 2) também já foram anunciadas no elenco.

Christopher McQuarrie dirigirá ambas as continuações. Ele foi o único diretor da história da franquia a retornar para um segundo filme quando assumiu Efeito Fallout. O sexto Missão: Impossível arrecadou US$ 791 milhões no mundo inteiro, e recebeu o prêmio de Melhor Filme de Ação no Critics’ Choice Awards.

Matrix 4 | Diretores de John Wick voltarão a coordenar cenas de ação

David Leitch e Chad Stahelski participaram dos três primeiros filmes da franquia

Matrix 4 | Diretores de John Wick voltarão a coordenar cenas de ação

Coordenadores de cenas de ação dos três primeiros Matrix, a dupla David Leitch e Chad Stahelski retornará para o cargo no quarto filme. O retorno dos cineastas, que juntos dirigiram John Wick, foi confirmado em entrevista ao Collider, na qual a dupla comentou o retorno à franquia.

“[Os membros da equipe] foram muito legais. Pediram pra gente ajudar na coreografia e no treino físico de alguns dos caras”, afirmou Stahelski. “Eu vou ajudar um pouco em uma sequência, acho que o David vai ajudar em outra”, contou o cineasta, que disse que suas funções serão diferentes do que as exercidas nos Matrix anteriores.

O trabalho é mais com o conceito criativo das coreografias e em ajudar o pessoal com algumas coisas”. Nos filmes anteriores da franquia, Stahelski e Leitch atuaram também como diretores de segunda unidade.

A mudança no trabalho levou Stahelski a elogiar Lana Wachowski, que dirige Matrix 4, por comandar todas as suas cenas. “A Lana filma a própria ação. Ela inclui tudo no material principal e por isso as coisas dela são tão legais de assistir”.

O primeiro Matrix foi lançado em 1999. Junto com as sequências, Matrix Reloaded e Matrix Revolutions, ambas de 2003, a franquia faturou US$ 1,6 bilhão nas bilheterias mundiais.

A estreia de Matrix 4 está marcada para 21 de maio de 2021.

Homem-Aranha | Charlie Cox nega participação no próximo filme do Teioso

Ator interpretou o Demolidor na série da Netflix

Homem-Aranha | Charlie Cox nega participação no próximo filme do Teioso

Intérprete do Demolidor na série da Netflix, Charlie Cox afirmou não ter ouvido nenhuma novidade sobre o envolvimento do herói no terceiro filme do Homem-Aranha co-produzido por Sony e Marvel Studios. Segundo o ator, se o Homem Sem Medo aparecer no longa, “com certeza não será o meu Demolidor” (via ComicBook).

O ator, no entanto, diz que adoraria ver sua versão de Matt Murdock aparecendo para ajudar o Peter Parker de Tom Holland em um croosover. “Eu amo a ideia de Jessica [Jones] ou Matt aparecendo ao fundo, ou Matt atendendo Peter como um advogado”.

Falando da ausência do personagem em Vingadores: Ultimato, que reuniu praticamente todos os heróis do MCU, Cox disse não ter ressentimentos. “Eu estou muito feliz com o que fiz. Óbvio que tudo isso seria ótimo, mas veja bem – eu sou apenas um ator e eu acho que [o acordo entre Netflix e Marvel Studios] é muito mais complicado do que eu poderia imaginar ou compreender”.

Como um fã dos filmes da Marvel, eu sempre amei as pequenas participações especiais aqui e ali [de personagens ao longo do CU], mas como estávamos na Netflix não pudemos aparecer por questões legais. Não sei por que”, concluiu.

A Netflix produziu, entre 2015 e 2019, seis séries de super-heróis em parceria com a extinta Marvel Television: Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage, Punho de Ferro, O Justiceiro e Defensores. Com o cancelamento das séries, o Marvel Studios poderá voltar a usar os heróis já a partir de 2020 – saiba mais.

A produção do novo longa do teioso estava marcada para começar em julho, em cidades dos Estados Unidos, considerado o novo epicentro da pandemia. Segundo informações anteriores, o longa teria filmagens marcadas em Los Angeles, Nova York e Atlanta.

Sem título oficial revelado por enquanto, o terceiro filme-solo do Homem-Aranha tem estreia marcada para 5 de novembro de 2021, e contará com produção de Kevin Feige (Marvel Studios) e de Amy Pascal (Sony; Pascal Pictures).

Como fica o calendário de filmes de super-heróis em 2020 após o coronavírus

Pandemia mudou a programação dos estúdios – e agora?

A pandemia do coronavírus mudou o calendário de lançamento de filmes em 2020. Com cinemas fechados e a orientação para que o público fique em casa, muitas produções foram adiadas para o segundo semestre, outras ficaram sem data e algumas poucas conseguiram ser lançadas atés da disseminação do vírus.

6 de fevereiro – Aves de Rapina (Lançado)

Aves de Rapina: Arlequina e Sua Emancipação Fantabulosa foi laçado quando o vírus ainda estava no começo, então sua programação não foi prejudicada. A única mudança foi sobre seu lançamento nas plataformas digitais, adiantado para o dia 26 deste mês.

12 de março – Bloodshot (Lançado)

Protagonizado por Vin Diesel, a adaptação dos quadrinhos da Valiant chegou aos cinemas com o quadro da pandemia mais avançado, mas ainda assim teve tempo de arrecadar US$ 29 milhões no mundo. Nos EUA, o filme teve a estreia em home video adiantada e já está disponível para aluguel e compra.

2 de abril – Novos Mutantes (Adiado)

A saga de Novos Mutantes ganhou um novo capítulo. Após vários problemas de produção, dessa vez foi o coronavírus que fez o longa perder sua data de estreia. A Disney (agora dona da Fox) ainda não marcou uma nova data de estreia e especula-se que, após tantos desencontros, o filme pode ser lançado direto no streaming Disney+.

O longa acompanha cinco jovens mutantes que estão descobrindo seus poderes enquanto são mantidos contra a vontade em uma instituição. 

30 de abril – Viúva Negra (Adiado)

Os fãs que estavam ansiosos pela história solo de Natasha terão que esperar. A Disney relutou, mas com as redes de cinema fechadas em todo mundo, o longa realmente precisou ser adiado. Por enquanto não há uma nova data de lançamento.

Situado entre os eventos de Capitão América: Guerra Civil e Vingadores: Guerra Infinita, a primeira aventura solo de Natasha Romanoff deve revelar mais sobre o passado da heroína e dar novas pistas sobre sua decisão em Vingadores: Ultimato.

4 de junho – Mulher-Maravilha 2 (Adiado)

Quem também não escapou do adiamento foi Mulher-Maravilha 1984. A boa notícia é qua a Warner já agendou a estreia para 13 de agosto. É difícil prever como estará o mercado de cinema até lá, mas há uma chance que a estreia seja uma “reinauguração” dos circuitos ao redor do mundo.

Na produção, Diana Prince volta às telas nos anos 1980. Dessa vez, ela terá que enfrentar Max Lord, um engravatado mal caráter que promete realizar o sonho de todo mundo, e a aparentemente amigável Mulher-Leopardo. Porém, a heroína não estará sozinha: para sua surpresa, Steve Trevor está vivo e ele a ajudará nessa luta.

30 de julho – Morbius (Adiado)

A Sony anunciou o adiamento oficial de Morbius. Antes previsto para este ano, o longa chegará aos cinemas em 18 de março de 2021. Ao invés de tentar uma data este ano, o estúdio foi mais fundo e preferiu garantir um data no calendário à longo prazo.

O longa centrado no personagem criado por Roy Thomas e Gil Kane fará parte do universo iniciado em Venom. Por enquanto, não há muitas informações sobre sua trama. Sabe-se que Jared Leto será o protagonista e terá a companhia de Matt Smith e Adria Arjona. Daniel Espinosa dirige a produção.

2 de outubro – Venom 2 (Mantido)

Venom

Sony Pictures/Divulgação

A expectativa é que a pandemia já tenha passado em outubro, por isso Venom 2 segue com sua data original. Recentemente a Sony anunciou seu calendário de lançamentos e a produção segue agendada para 1º de outubro.

Com direção de Andy Serkis, a sequência de Venom colocará o Eddie Brock de Tom Hardy frente a frente com o Carnificina, vilão vivido por Woody Harrelson. Especula-se que Naomie Harris complete o elenco, interpretando Shriek, a namorada do Carnificina.

29 de outubro – Os Eternos (Mantido)

Logo de Os Eternos

Marvel Studios/Divulgação

O mesmo vale para Os Eternos, novo longa da Marvel. Porém, ainda é cedo para descartar totalmente um adiamento. Ainda que o filme esteja com a estreia mais afastada, o trabalho de pós-produção está acontecendo com a equipe em casa, o que pode atrasar o processo.

Estrelado por Angelina Jolie, Salma Hayek, Richard Madden e Brian Tyree Henry, Os Eternos é a nova aposta do Marvel Studios. O longa apresentará uma raça de super-humanos criados pelos alienígenas Celestiais durante sua visita à Terra. De acordo com Kevin Feige, a produção mudará tudo o que sabemos sobre o MCU.

San Diego Comic-Con 2020 mantém datas apesar da pandemia do coronavírus

Evento está programado para acontecer de 23 a 26 de julho

San Diego Comic-Con 2020 mantém datas apesar da pandemia do coronavírus

Embora a pandemia do coronavírus esteja causando o cancelamento de diversos eventos e estreias no mundo da cultura pop, a San Diego Comic-Con, por enquanto, segue com sua programação intacta. De acordo com um comunicado divulgado no Twitter nesta quarta (1), a feira anunciou que segue “esperançosa” de que o evento acontecerá em julho, conforme inicialmente planejado (via Variety).

O anúncio informa que seguirá estudando o avanço do COVID-19 com as autoridades de San Diego, na Califórnia, e manterá o público atualizado em caso de qualquer mudança. A organização da SDCC ainda encerrou o comunicado com uma frase atribuída a Christopher Reeves, ator responsável por eternizar o Superman nos cinemas: “Um herói é uma pessoa comum que encontra força para perseverar e aguentar apesar de obstáculos esmagadores”.

Confira o texto completo abaixo:

Para os nossos incríveis fãs da Comic-Con e da WonderCon: nós entendemos a dificuldade que o clima atual tem sido para todos nós e agradecemos seu apoio durante esse período complicado. Ninguém está tão esperançoso quanto nós de que poderemos celebrar a SDCC juntos em julho. Continuaremos postando atualizações em nossos canais sociais enquanto monitoramos a situação com as autoridades de San Diego. Até lá, lembrem-se: ‘Um herói é uma pessoa comum que encontra força para perseverar e aguentar apesar de obstáculos esmagadores’ – Christopher Reeve

Por enquanto, a San Diego Comic-Con 2020, um dos principais eventos de cultura pop do mundo, segue confirmada para acontecer entre 23 e 26 de julho. A WonderCon, evento que acontece em Anaheim, na Califórnia, foi adiada do começo de abril para uma data ainda não definida.

Desde o começo da pandemia do coronavírus, várias áreas do entretenimento foram afetadas com o adiamento de estreias, paralisação de produções e cancelamento de grandes eventos.

Fãs brincam com efeitos da quarentena usando personagens da cultura pop

Veja o “antes e depois” de Batman, Mestre Yoda e mais

Thor em Vingadores: Guerra Infinita e Ultimato

A chegada de abril marca um mês do início da quarentena causada pelo coronavírus. Como forma de celebrar a data e brincar com a estranheza causada pela mudança de rotina, espalhou-se pela internet o meme “March 1/April 1” (1º de Março/1º de Abril em tradução livre), que usa grandes personagens da cultura pop para ilustrar os efeitos do período em casa. Abaixo 21 dos mais criativos camparativos envolvendo personagens da TV, cinema e quadrinhos:

Edgar Wright

O diretor Edgar Wright (Baby Driver – Em Ritmo de Fuga) entrou na brincadeira divulgando uma foto sua nos dias atuais ao lado de uma versão zumbificada de si mesmo. O cineasta usou a macabra maquiagem durante sua participação em Terra dos Mortos, filme dirigido por George A. Romero, o pai dos zumbis.

Batman

A DC Comics entrou na brincadeira e divulgou um comparativo entre distintas versões do Batman. A primeira mostra o herói durante a Era de Ouro, quando as HQs eram mais inocentes e alegres, enquanto a segunda arte foi retirada de O Cavaleiro das Trevas, uma das HQs responsáveis por iniciar a “Era das Trevas” dos quadrinhos, quando violência e temas adultos começaram a fazer parte das histórias.

Mark/Rick Grimes

Dois dos mais icônicos personagens de Andrew Lincoln foram relembrados pelos internautas, que compararam o fofo Mark de Simplesmente Amor com o sobrevivente Rick Grimes, de The Walking Dead.

10 Coisas que eu odeio em você/Coringa

O mesmo aconteceu com Heath Ledger, ator australiano relembrado por interpretar Patrick Verona em 10 Coisas que eu Odeio em Você e o Coringa em Batman: O Cavaleiro das Trevas.

Coringa

O mesmo aconteceu com Heath Ledger, ator australiano relembrado por interpretar Patrick Verona em 10 Coisas que eu Odeio em Você e o Coringa em Batman: O Cavaleiro das Trevas.

Clube da Luta

Nesse período é fácil se lembrar do Narrador, personagem de Edward Norton em Clube da Luta, que ilustra bem as dificuldades de lidar consigo mesmo.

Parasita

Um período de altos e baixos pode ser facilmente encontrar correspondência na jornada da família Kim de Parasita.

Ash

Um período de isolamento que não acabou bem no cinema foi o de Ash Campbell (Bruce Campbell) e seus amigos na franquia Evil Dead. O que parecia um belo passeio na cabana se tornou um grande pesadelo para o grupo após o envolvimento do Necronomicon Ex-Mortis, o famoso livro dos mortos.

Thor

O MCU mostrou que até mesmo deuses como Thor podem mudar um pouco após um período de isolamento.

Thanos

Outro personagem do Universo Marvel usado para representar este momento é o Thanos – especialmente após ficar só o pó.

Darth Vader

Não foi preciso mais que um mês para que a internet entendesse que não é muito difícil sucumbir ao Lado Sombrio, que transformou Anakin Skywalker em Darth Vader na Saga Skywalker.

Yoda

Nem mesmo o envelhecimento retardado da raça do Mestre Yoda foi capaz de impedir os efeitos do primeiro mês na quarentena

A Mosca

A transformação de Seth Brundle (Jeff Goldblum) em um monstruoso híbrido entre humano e mosca após um experimento dar terrivelmente errado em A Mosca também foi relembrado pelos internautas

Seu Sirigueijo

A relação entre Bob Esponja e os memes já é antiga, e dessa vez foi o Seu Sirigueijo quem representou os efeitos da quarentena

Bilbo Bolseiro

Bilbo Bolseiro, clássico personagem da franquia O Senhor dos Anéis, também foi lembrado pelos internautas. Tanto na versão de Martin Freeman da trilogia O Hobbit, quanto a versão tentada pelo Anel de Ian Holm em A Sociedade do Anel.

Stark trek

Os fãs de Star Trek relembraram de Rascals, clássico episódio da série A Nova Geração para ilustrar a passagem de tempo. Nele, parte da tripulação volta a ser criança, inclusive o capitão Jean Luc-Picard, vivido por David Tristan Birkin aos 12, e por Patrick Stewart na versão adulta.

Professor Xavier (X-Men)

As diferentes encarnações do Professor Xavier dos X-Men, vivido por James McAvoy e Patrick Stewart nos cinemas, também foi lembrada pelos fãs.

Jóias Brutas

A Netflix também entrou na brincadeira da quarentena ao comparar os diferentes momentos vividos por Howard Ratner (Adam Sandler) em Jóias Brutas.

Richard E. Grant

O ator Richard E. Grant relembrou seus personagens na série Downton Abbey e no longa Como Fazer Carreira em Publicidade.

O Iluminado

O Iluminado é talvez o maior exemplo dos malefícios do confinamento já vistos na história do cinema. Baseado no romance de Stephen King, o longa dirigido por Stanley Kubrick acompanha o período em que Jack Torrence (Jack Nicholson) aceita um emprego como zelador do Hotel Overlook durante o inverno, período que o local fica fechado pela escassez de hóspedes. O que na teoria seria uma oportunidade para Torrence terminar seu livro acaba enlouquecendo o homem, que vira uma ameaça para sua esposa Wendy (Shelley Duvall) e o filho Danny (Danny Lloyd).

O Farol

O Farol é outro exemplo de como o isolamento pode mexer com a cabeça das pessoas. O filme de Robert Eggers (A Bruxa) acompanha Thomas Wake (Willem Dafoe) e Ephraim Winslow (Robert Pattinson), homens enviados à uma ilha para fazer a manutenção de um farol. O que começa como uma parceria tumultuada por conta de um conflito de hierarquia se torna uma relação ainda cada vez complicada, especialmente pela fixação da dupla pelo tal farol.

Adam Schlesinger, compositor de Crazy Ex-Girlfriend, morre por causa do COVID-19

Músico era conhecido por seu trabalho no filme O Sonho Não Acabou e na banda Fountains of Wayne

Adam Schlesinger, músico reconhecido por seu trabalho nas trilhas sonoras de Crazy Ex-Girlfriend e The Wonders – O Sonho Não Acabou (1996), falaceu nesta quarta-feira (30) aos 52 anos, após complicações causadas pelo coronavírus (via Deadline).

Ao longo de sua carreira, o músico acumulou três Grammys e um Emmy, além de uma indicação ao Oscar pela composição da trilha sonora de O Sonho não Acabou. O compositor também fez sucesso com sua banda Fountains of Wayne no começo dos anos 2000, com sucessos como “Stacy’s Mom” e “Mexican Wine”.

Schlesinger tinha dois filhos.

Minha Mãe é uma Peça 3 é o filme mais visto no Brasil em 2020

Comédia ultrapassou Frozen 2, Sonic e Jumanji: Próxima Fase

Minha Mãe é uma Peça 3 é o filme mais visto no Brasil em 2020

A comédia brasileira Minha Mãe é uma Peça 3, estrelada por Paulo Gustavo, levou aos cinemas entre janeiro e março deste ano mais de 9 mihões de pessoas, superando a animação Frozen 2, Jumanji: Próxima Fase e Sonic: O Filme nas bilheterias nacionais. Confira o ranking de venda de ingressos:

  • Minha Mãe é uma Peça 3 – 9,153,119 ingressos vendidos
  • Frozen 2 – 7,972,757 ingressos vendidos
  • Jumanji: Próxima Fase – 3.346.677 ingressos vendidos
  • Sonic: O Filme – 2,987,211 ingressos vendidos

Segundo a Downtown Filmes, o longa teve a maior renda da história do cinema nacional, angariando mais de R$ 182 milhões de reais em ingressos.

Na trama, Dona Hermínia (Gustavo) terá de lidar com a expansão de sua família após sua filha Marcelia (Mariana Xavier) aparecer grávida e Juliano (Rodrigo Pandolfo) anunciar seu noivado. A direção de Minha Mãe É Uma Peça 3 é de Susana Garcia, que já trabalhou com Paulo Gustavo no recente Minha Vida Em Marte (2018). 

Lançado em 2013, o primeiro filme de Minha Mãe é uma Peça se tornou o mais assistido no país daquele ano, com mais de 4,6 milhões de espectadores. A primeira sequência estreou em 2016.

Dia da mentira! As grandes escalações de filmes de herói que nunca aconteceram

Maiores blockbusters do século poderiam ser completamente diferentes se as contratações apontadas por alguns rumores fossem realizadas

Mundialmente conhecido como o Dia da Mentira, 1º de abril costuma ser um dia conturbado para a cultura pop, com diversos diretores, atores e roteiristas anunciando projetos falsos para fazer graça com os fãs. De vez em quando, porém, alguns rumores surgem nos bastidores de diferentes produções e acabam dominando veículos de imprensa até serem desmentidos semanas mais tarde.

Relembre abaixo algumas das escalações mais lendárias que jamais foram realizadas:

Jon Hamm como Superman – O Homem de Aço (2013)

Quando a Warner Bros. informou que iria começar seu próprio universo cinematográfico baseado nos personagens da DC Comics com um novo filme do Superman, Jon Hamm, então reconhecido por seu papel como Don Draper em Mad Men, era um dos principais nomes especulados por fãs e pela imprensa. O próprio ator, que já havia trabalhado com o diretor Zack Snyder em Sucker Punch, foi o responsável por acabar com os rumores, ao dizer durante a cerimônia do Globo de Ouro de 2012 que já estava velho de mais para viver O Homem de Aço.

Matthew McConaughey como Capitão América – Capitão América: O Primeiro Vingador (2011)

Quando o MCU ainda estava engatinhando, com Homem de Ferro e O Incrível Hulk preparando o terreno para o fenômeno que seria construído ao longo da década seguinte, a Marvel Studios anunciou que produziria um longa baseado no Capitão América. Um dia após o filme receber uma data oficial para chegar aos cinemas, Matthew McConaughey foi apontado como um dos principais candidatos do estúdio para viver Steve Rogers na franquia. O papel eventualmente foi para Chris Evans.

Asa Butterfield como Homem-Aranha – Capitão América: Guerra Civil (2016)

Essa ainda deve doer para Asa Butterfield. Mais do que um rumor, o atual protagonista de Sex Education estava na frente dos concorrentes Tom Holland e Charlie Plummer em 2015 para viver Peter Parker em Capitão América: Guerra Civil, mas antes de assinar o contrato, acabou falando demais sobre os testes em um fórum. Mesmo já acertado com a Sony e com a Marvel Studios, Butterfield acabou ficando de fora do MCU.

Bryan Cranston como Lex Luthor – Batman v Superman: A Origem da Justiça (2016)

Mais uma escalação de fãs do que um rumor propriamente dito, as grandes atuações de Bryan Cranston e sua semelhança com o vilão Lex Luthor em Breaking Bad o tornaram alvo de grandes especulações para viver o vilão em Batman v Superman. O ator, no entanto, seria preterido por Jesse Eisenberg, que também faria uma pequena participação em Liga da Justiça.

Johnny Depp como Coringa – The Batman (2021)

O rumor mais recente é a escalação de Johnny Depp, veterano de franquias como Piratas do Caribe e Animais Fantásticos, como o novo Coringa para The Batman, novo filme do Cavaleiro das Trevas dirigido por Matt Reeves. Com diversos vilões planejados para participar do filme, como Charada, Pinguim e Mulher-Gato, alguns portais começaram a especular a presença do Arlequim do Ódio no novo filme e até mesmo já colocaram o ator no papel. Acontece que as gravações para o filme já começaram – e foram paralisadas – sem nenhuma indicação de que o Príncipe Palhaço do Crime possa estar envolvido na produção. Isso sem falar na reação negativa de fãs, que já deixaram clara sua insatisfação de ver Depp escalado na franquia de filmes derivados de Harry Potter.