The Sims 4 | Nova expansão é inspirada em Friends, Big Bang Theory e How I Met Your Mother

The Sims 4 está ganhando uma nova expansão. Com Vida na Cidade, os desenvolvedores da série querem recriar a experiência de ingressar no cotidiano de uma cidade grande, trazendo para o jogo situações comuns para quem vive em apartamentos de bairros lotados, com vizinhos barulhentos e pouco dinheiro para pagar as contas.

A essência da expansão é capturar o sentimento de uma vida urbana. O produtor do jogo, Grant Rodiek, falou um pouco disso numa entrevista coletiva da qual o Omelete participou. “Queremos mostrar o que significa viver numa cidade no dia-a-dia, qual é a diferença em comparação com a vida em lugares residenciais,” ele explicou. “Nós tentamos capturar o sentimento de sair de casa, se mudar para apartamentos terríveis com senhorios terríveis e encontrar as oportunidades que a cidade oferece e talvez uma pequena cidade no Texas não ofereça.”

Essas oportunidades são essenciais, já que a vida do seu Sim na cidade fictícia de San Myshuno começa sem muita mordomia. Você começa sem muito dinheiro, e precisa explorar as atividades urbanas para conseguir crescer na metrópole. Entre as coisas que você pode fazer estão os festivais, um dos principais elementos de The Sims 4: Vida na Cidade. 

Os festivais são eventos que acontecerão semanalmente na cidade de San Myshuno, e seu Sim pode participar deles para conhecer mais da vida urbana. Eles incluem convenções nerd como a GeekCon, um Festival de Especiarias para quem aguenta uma comida picante, e até um mercado de pulgas para você economizar dinheiro. Afinal de contas, existem contas para pagar.

É por isso que a expansão também oferece carreiras profissionais para o seu Sim ingressar. Uma das mais interessantes é a carreira política, onde o jogador pode realmente entrar no papel de um político, oferencendo e aceitando subornos, por exemplo.

Diversão e comunidade

Na coletiva, Rodiek também comentou sobre como eles querem criar um senso de comunidade no local onde o Sim vive, mesmo que isso signifique ficar irritado com seus vizinhos. “Nós olhamos para séries como Friends, The Big Bang Theory e How I Met Your Mother, explicou o produtor, comentando que as comédias em apartamentos serviram de inspiração para Vida na Cidade. Você pode acordar seus vizinhos se estiver ouvindo música alta (ou se a ação na cama for barulhenta demais), e eles podem fazer o mesmo. Dê uma chave para um deles, e ele vai entrar na sua casa sem perguntar nada para, talvez, pegar algo da geladeira. E assim vai.

O objetivo disso, explicou Rodiek, é permitir que o jogo gere histórias sozinho. “Nós tentamos criar a fundação para contar histórias, e tentamos jogar elas pra você. Você não tem que criar todas as histórias, o jogo toma à frente e conta elas pra você,” disse o produtor durante a entrevista.

Boa parte dessas histórias será baseada no humor. Rodiek exemplificou isso contando que existe um NPC que anda fantasiado de animal o tempo todo na cidade, e que as próprias residências podem “trollar” (palavra dele) os Sims. As casas e apartamentos em Vida na Cidade terão três atributos, como se um agente imobiliário estivesse tentando vendê-la. Ela pode ser boa para artistas pois tem uma vista inpiradora, pode ter internet melhor o que permite ter um aprendizado mais veloz, ou pode ser assombrada e deixar seu Sim assustado.

Alguns desses atributos vão deixar você brincar com o gameplay, alguns vão te desafiar com o gameplay, e alguns são simplesmente terríveis,” Rodiek explicou, dizendo que quer deixar os jogadores zoarem os próprios Sims que controlam, caso queiram. “Nós tentamos encher o mundo com momentos engraçados e patetas, momentos que vão te fazer rir.”

Uma cidade global

San Myshuno é claramente inspirada por São Francisco, e uma das formas pelas quais isso se manifesta é através da cultura global. “Algo que nós não fizemos no passado é ir além da cultura americana,” o produtor admitiu. “Isso é algo que tentamos fazer com The Sims 4 para representar nossos jogadores globais.” Pensando nisso, uma das grandes inspirações para Vida na Cidade é o oriente.

Nós fomos muito inspirados pelas culturas e etnias que formam uma cidade. Nós olhamos para cidades como Tóquio, Xangai e São Francisco para inspiração.” Em outras palavras, os jogadores verão artistas de rua, turistas, eventos de diferentes tipos e coisas do tipo povoando as ruas. Nesta expansão, diversidade cultural é chave.

The Sims 4: Vida na Cidade será lançada em novembro.

Anúncios

xXx: Reativado | Vin Diesel e Neymar estão nos primeiros cartazes do filme

Confira também vídeo da personagem de Ruby Rose

xXx: Reativado (xXx: The Return of Xander Cage), novo filme da franquia Triplo X, ganhou seus primeiros cartazes, que mostram Vin Diesel, Neymar Jr., Nina Dobrev e os demais membros do elenco principal:

Além disso, a atriz Ruby Rose divulgou um vídeo no Twitter que apresenta a sua personagem:

 

O longa tem D.J. Caruso (Paranoia, Eu Sou Número Quatro) na direção e roteiro de Michael Ferris e John Brancato. Além de Vin Diesel e Ariadna Gutiérrez, a Miss Colômbia, o elenco conta ainda com Donnie YenNina Dobrev, Ruby RoseToni ColletteTony JaaDeepika Padukone, Samuel L. Jackson e o lutador de UFC Conor McGregor.

xXx: The Return of Xander Cage estreia em 20 de janeiro de 2017 nos EUA.

É Fada | Crítica

O teste da “marca” Kéfera fora da internet

Youtubers são os ídolos da nova geração. Artistas de cinema e TV perderam espaço para os vloggers, que agora dominam o coração dos adolescentes. Mas e quando o papel se inverte e os mesmos influenciadores querem conquistar o ‘grande público’?

Kéfera é um fenômeno das redes, com milhões de visualizações por mês e um devoto grupo de seguidores. Porém, desde seus primeiros vídeos, a garota sempre deixou claro que seu sonho era ser atriz. O resultado desse desejo está em ‘É Fada‘, filme que chega às telonas recheado de figurões experientes nas comédias brasileiras, como o produtor Daniel Filho (de Se eu Fosse Você) e a diretora Cris D’Amato (de S.O.S. – Mulheres ao Mar).

Baseado no livro “Uma Fada Veio Me Visitar” de Thalita Rebouças – escritora que também foca seu trabalho no público teen – o enredo se baseia na fada Geraldine (Kéfera Buchmann), que perde suas asas ao aconselhar o técnico Felipão de forma errada no famoso 7×1. Para recuperá-las, ela deverá ajudar a jovem Julia (Klara Castanho) a se tornar popular e ter novas amizades com a mudança de colégio.

A sacada da seleção brasileira e os palavrões falados pela fada logo no início do filme chegam a dar uma leve empolgação nos mais velhos, mas para por aí. O desenvolvimento da história é um tanto quanto infantil, mesmo para os seguidores de Kéfera. As gírias jovens estão lá, as interações com as redes sociais do momento também. Temos até “easter eggs” para os mais fãs (a mãe e a cadela da youtuber aparecem). O roteiro atropelado, porém, desboca em soluções simples e inocentes demais para um longa que na teoria é focado no público adolescente.

Geraldine vive dentro de um tronco de árvore, na floresta, em um cenário que parece tirado de uma série dos anos 90 (lembra de Caça-Talentos da Globo?). A maquiagem e efeitos especiais beiram o tosco, com um “guardião” das fadas usando orelhas pontudas de cor diferente de sua pele e com a fada tirando a varinha e acessórios do bumbum… sim, do bumbum. Muitas cenas durante o longa não dialogam com o final, deixando claro que ou a edição cortou trechos importantes, ou a montagem não era uma prioridade.

Vale dizer que a escolha do elenco foi acertada, a pequena Klara Castanho forma uma ótima dupla com a atriz, que se dedica para não ser a “Kéfera” em cena, e sim a fada Geraldine. É um ponto positivo que diferencia o longa de “Contrato Vitalício“, por exemplo, a primeira grande aposta da turma da internet para as telonas. Enquanto o Porta dos Fundos levou para os cinemas quase que uma grande esquete, com os seus atores interpretando papéis parecidos com os dos vídeos do grupo (e teve como resultado uma bilheteria muito abaixo do esperado), em “É Fada” temos uma história original, com personagens criados para o filme, não apenas a ampliação de um conteúdo já disponível gratuitamente.

Resta saber se o público acompanhará sua “ídola” nesta nova empreitada, atestando o poder de alcance da marca Kéfera, ou se continuará apenas no YouTube. É, literalmente, pagar pra ver.

Nota do crítico2abacaxis(Regular)

3% | Primeira série brasileira da Netflix ganha trailer completo emocionante e pôster

Programa estreia em 25 de novembro

3%, a primeira série brasileira da Netflix, ganhou seu primeiro trailer completo e um pôster:

3% se passa num mundo distópico, depois de diversas crises que deixaram o planeta devastado. Num lugar não especificado do Brasil, a maior parte da população sobrevivente mora no Continente, um lugar miserável, decadente, onde falta tudo: água, comida, energia. Aos 20 anos de idade, todo cidadão tem direito de participar do Processo, uma seleção que oferece a única chance de passar para o Mar Alto, onde tudo é abundante e há oportunidades de uma vida digna. Mas somente 3% dos candidatos são aprovados no Processo, que testa os limites dos participantes em provas físicas e psicológicas e os coloca diante de dilemas morais. Morar em Mar Alto, no entanto, não é o objetivo de todos os candidatos: alguns têm outros planos.

A série foi criada pelo roteirista Pedro Aguilera, e ganhou um piloto lançado no YouTube em 2011 – clique aqui para assistir. Para a Netflix3% foi produzida pela Boutique Filmes. A série, estrelada por João Miguel (Estômago,Xingu) e Bianca Comparato (Avenida BrasilSete VidasIrmã Dulce), foi rodada em São Paulo. Sua estreia será dia 25 de novembro de 2016.

Dead Rising 4 | Novo trailer mostra as armas e roupas mais doidas do jogo

O retorno de Frank West acontece no dia 6 de dezembro no Xbox One e PC

Microsoft divulgou um novo trailer de Dead Rising 4 mostrando as armas e roupas mais doidas do jogo da Capcom Vancouver. Entre os uniformes que o protagonista Frank West pode usar estão a roupa de Akuma em Street Fighter, o Papai Noel, e até uma escolteira.

Dead Rising 4 traz Frank West de volta a Willammette, Colorado, 16 anos após os eventos do primeiro jogo, em busca da verdade por trás de um surto misterioso. O game chega ao Xbox One e ao PC em 6 de dezembro.

Rambo: New Blood | Remake sem Sylvester Stallone vai para o cinema

Longa ainda não tem data de estreia

Rambo: New Blood será o remake da franquia nos cinemas que não contará com Sylvester Stallone, de acordo com o Hollywood Reporter. O título é o mesmo do projeto de série de TV – leia mais.

Brooks McLaren vai assinar o roteiro e Ariel Vromen (O Homem de Gelo, Mente Criminosa) dirigirá. A produção da Image/Millennium Films não contará com Stallone no papel principal. A ideia é encontrar um ator mais jovem para viver o personagem.

Manual do Escoteiro Mirim revive nostalgia dos anos 70 e se transforma em fenômeno de vendas

Série de 14 livros da Disney estão sendo relançadas pela Abril

Em tempos de livros de youtubers, gamers, e onde até o mais prestigioso prêmio de literatura não foi para um autor de livros, outro curioso (e antigo) fenômeno anda agitando a lista de mais vendidos nas livrarias brasileiras. Sucesso nos anos 70 e 80, os Manuais da Disney publicados pela Abril estão ganhando novas edições, e O Manual do Escoteiro Mirim, lançado em maio deste ano, já se transformou em um dos grandes bestsellers de 2016.

Divulgamos em nossas redes sociais e a reação foi incrível, com uma repercussão muito maior do que imaginávamos“, admite Sérgio Figueiredo, diretor de redação da Abril. O frisson causado nas redes sociais continuou nas livrarias e bancas de jornais. A Abril viu a primeira tiragem de 10 mil exemplares praticamente evaporar. “Em uma semana de circulação, alguns de nossos distribuidores já estavam pedindo reposição. Considerando a situação atual do mercado, isso é muito fora da curva”, comentou Sérgio. Até o momento, 20 mil exemplares já foram vendidos, e a editora já está preparando uma terceira reimpressão. A expectativa é que o Manual do Escoteiro Mirim feche o ano com 32 mil cópias comercializadas.

As Visões da Raven ganhará nova série de TV

Atriz que viveu a protagonista já está trabalhando no projeto inédito

Raven-Symoné retornou ao Disney Channel para participar de uma sequência da comédia As Visões da Raven, que está nos estágios iniciais de produção durante processo de encontrar novos atores para o elenco. A informação é do Deadline.

Origianalmente exibida entre 2003 e 2007, a série acompanha uma garota chamada Raven Baxter que tem a habilidade de prever acontecimentos futuros. A atriz retornará ao papel porém agora como uma divorciada mãe de dois filhos, sendo que um deles herdou os seus poderes de vidência. Raven-Symoné também trabalhará na produção executiva do seriado, que ainda não tem previsão de estreia.

Final Fantasy XV está pronto; DLC terá episódio cooperativo

Veja também o novo trailer do RPG

Após mais de dez anos em desenvolvimento, Final Fantasy XV está pronto. Durante a Paris Games Week, a Square Enix anunciou que o jogo chegou à “fase gold” – o que significa que a versão está pronta para ser gravada em discos e distribuida às lojas.

Veja também o novo trailer do RPG, no qual o protagonista Noctis tem um pesadelo:

Também foi divulgado o conteúdo do passe de temporada de Final Fantasy XV, que contará com quatro capítulos. Os três primeiros contarão histórias individuais do restante da equipe – Prompto, Gladiolus e Ignis – e o quatro episódio terá os quatro, com a possibilidade de se jogar online cooperativamente, com até quatro jogadores.

O primeiro episódio a ser lançado é focado em Gladiolus. Ignis será o protagonista do segundo capítulo e Prompto, o do terceiro. O quatro episódio se chama Comrades.

Final Fantasy XV está em produção desde 2006 – na época, o jogo era conhecido como Final Fantasy Versus XIII e sairia para o PlayStation 3. Na E3 2013, durante a conferência da Sony, a Square Enix anunciou a mudança de plataforma e do nome do projeto.

Final Fantasy XV será lançado em 29 de novembro para PlayStation 4 Xbox One, com menus e legendas em português. Até lá, serão lançadas duas obras dentro do universo do game: um anime, intitulado Brotherhood: Final Fantasy XV, e um filme, chamado Kingsglaive: Final Fantasy XV, com as vozes de Sean BeanLena Headey e Aaron Paul.

A demo “Episode Duscae” está disponível desde março de 2015 e tem de três a quatro horas, com um mundo aberto e dungeons para explorar. Uma segunda demonstração, chamada “Platinum Demo”, também está disponível e garantirá aos jogadores que a completarem a criatura Carbuncle na versão final do jogo.

Doutor Estranho | Benedict Cumberbatch diz que lado escolheria na Guerra Civil

Ator também comenta o escopo de Vingadores 3

Em entrevista ao Yahoo sobre Doutor Estranho, o ator Benedict Cumberbatch falou sobre sua chegada ao Universo Marvel – e contou que lado adotaria se participasse da Guerra Civil.

“Eu acho que o lado dele deve ser o Time Doutor Estranho. A missão dele é defender o tecido da realidade. Quero dizer, ele combate outros desafios dimensionais que estão além das percepções daquele duelo potente [entre Capitão América e Homem de Ferro], e eu gostaria de pensar que ele ajudaria ambos, ao invés de escolher um lado”, diz Cumberbatch.

Sobre sua participação em Vingadores – Guerra Infinita, o ator comenta: “Doutor Estranho está lá para permitir a apertura de um novo capítulo, ele literalmente vai abrir as dimensões, então mesmo que o cenário fique um pouco cheio de gente demais, a partir de agora ficou bem maior”.

Doutor Estranho estreia em 2 de novembro e a pré-venda de ingressos já começou – saiba mais.